quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Planeta de Gelo.




Havia uma garota,em que um dia em seu mundo se agarrou em um uma cauda de um cometa,e resolveu visitar mundos a fora.
Em um determinado dia,ela viu um pequeno planeta completamente coberto por uma cor pura de um branco nunca visto,e resolveu ali pular,para o conhecer o pequeno planeta.
Caindo em seu solo,não sentiu dor,caiu em um solo fofo e do mesmo branco que havia visto,"neve posso me divertir muito por aqui"- pensou a pequena.
Começou a caminhar com suas pequenas botas roxas inseparáveis,com o intuito de explorar e buscar respostas nesse plante tão lindo.
Enquanto caminhava viu uma pequena pedra,com um garoto sentado de costas,ruivo,com seus shorts e suspensório,e trajando uma camiseta branca,se aproximando,havia numa tristeza,que ela nunca havia visto em qualquer rosto encontrado.
Resolveu sentar-se em frente de onde o garoto estava,e logo começou:
-Por quê estás tão tristes,algo em que queira partilhar?
Alguns instantes de silêncio se passaram,quando,percebe que uma pequena lágrima de cristal,cai do rosto do garoto,e ele responde:
-Este planeta era o mais alegre de todos os planetas já existentes,ele pode ser pequeno,mas é o meu planeta.As festas duravam dias,com os maiores e mais variados banquetes eram partilhados,sorrisos eram lei nesse lugar,as pessoas eram companheiras umas a outras,mas as pessoas não estavam mais felizes,queriam mais e mais,nada as faziam felizes o suficiente,queriam presentes,pressionavam umas as outras para conseguir mais,e aos poucos cada pessoa foi deixando na cauda de um cometa,ou na carona de uma estrela,até que sobramos dois de nós...
Se apoiando em em seus joelhos,começou a cair vários pequenos cristais.A pequena não suportando aquilo se levantou e o abraçou,e então após o recesso de cristais, continuou:
- Ela se foi,e aos poucos o planeta foi,pintando desse branco,e essa neve. Onde havia lindos campos floridos,hoje apenas neve,lágrimas não existiam,foi descobrir elas,após ficar sozinho nesse mundo.
Ela indignada com a situação,e inconformada com tudo isso,começou em um tom fora de sua voz musical de costume:
- Como as pessoas podem querer mais e mais,e nunca se contentar com nada? Mas outros não vieram para este planeta? Outros não tentaram viver,ou conhecer este lugar ?
Se levantando,apenas ficando de costas a ela,respondeu:
- Muitos vieram sim,permaneceram,mas logo se cansaram da minha companhia e se foram,aprendi a não ser tão amável,quanto eu já fui um dia,aprendi assim como toda chegada,sempre haverá uma partida. E aqui na terra dos sonhos partidas,que não existiam,hoje são apenas mais uma normalidade.Assim como os outros,sei que você irá,na próxima chance que tiver,então nem amigos podemos ser.
Vendo  caminhar ela grita:
-Espere!
Ela se levanta e o acompanha em sua caminhada.E prossegue:
- Eu viajei por muitos lugares,conheci muitos planetas,um mais curioso que o outro,alguns com campos,outros infestados de muita tristeza,ouros acreditando seres os reis do universo,e esse é o planeta que senti ser meu lugar. Um "rei" em que não queria dar festas para se esbanjar,mas apenas para alegrar em seus moradores,um "rei" em que única coisa que tinha medo,era a infelicidade de seus moradores,em que acredita em que qualquer ser do universo acredita na felicidade eterna,mas para isso é necessário não impor isso,mas sim apenas fazer o melhor possível de si mesmo,nunca vai ser possível o universo inteiro acreditar em seus ideais,mas você pode expor todos seus ideais ao universo,e aqueles em que partilharem as mesmas idéias sempre estará nessa caminhada contigo. Já que você é o rei desse planeta,foi ser a rainha,não quero ficar viajando por ai conhecer mundos,e não ter um lugar no qual eu chame de lar,e a propósito você vai precisar de alguém em que lhe ajude a fazer o pequeno planeta de gelo,se tornar na grande terra dos sonhos.
Ele para com olhos em lágrimas,e ela percebe que nunca havia visto olhos tão azuis em sua vida. E com lágrimas em seus olhos responde:
- Mas assim como os outros que me prometeram a mesma coisa,você irá partir um dia,e esse dia ficarei solitário novamente. E o que farei ?
Ela pega em sua mão olha em seus olhos e apenas diz,com sua voz musical:
- Como você disse com toda chegada algum dia haverá uma partida,posso partir a qualquer momento,no amanhã por vontade própria,por alguma questão maior,ou até mesmo pelo sombrio e triste toque da morte,mas até o dia da minha partida,estarei do seu lado,como te disse lutaremos para transformar essa terra de gelo,em uma grande terra dos sonhos,muitas vão apenas ficar de passagem,mas enquanto um ser nesse universo acreditar nela,ela nunca deixará de ser grandiosa,assim como você,e hoje eu acredito nela.E estamos fazendo o que parados vamos começar a trabalhar e descobri um jeito de mudar todo esse quadro.
Ele com lágrimas em seu rosto,se vê com as mãos juntas a dela,e começam a caminha,ao horizonte do pequeno planeta de gelo. Mas sem perceber, alguns metros atrás deles,uma flor nasce com toda sua beleza,como se despertasse de um longo sono,uma flor da cor de todas as cores.

Translate

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Geek,Dancer,Caricato,Extrovertido,Gamer.
Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar este blog